Dragão Colunista | Vale a pena servir o Exército?



Todo começo de ano é a mesma coisa; pessoas se preparando para o carnaval; fazendo promessas que não irão cumprir; começando a treinar na academia para ficarem fortes, e abandonando dois meses depois; e os famosos comerciais de alistamento o Exército. Se você, caro leitor, completa 18 anos esse ano, está na hora de se alistar.

Depois de alistar-se, começa a Comissão de Seleção, onde em vários processos, vão selecionando os aptos a ingressarem no serviço militar. Quando reduzem o número de conscritos ao máximo, começa a conhecida “Semana Zero”. Essa semana é onde os jovens aprendem o mínimo que devem saber sobre ser um militar, o que devem trazer para o período de internato, e claro, uma prévia do que está por vir.

O internato tem uma duração de cerca de um mês, e deixam de ser meros conscritos para se tornarem recrutas. Todos os dias os vocês irão fazer treinos físicos (corrida, flexão e entre outros); terão instruções sobre a vida militar, direito e deveres, ordem unida e sobre o que está por vir ainda. Esse é o período em que você mais “sofrerá” na caserna, pois ficará longe de tudo que você tinha, como sua família, amigos, celulares e entre outras mordomias. Mas não se enganem, essa será a melhor época que terão em suas vidas. As amizades que são feitas nesse tempo são para toda a vida, pois só o trauma coletivo, gera união.

Quando o período de internato vai chegando ao fim, é onde começa outra fase para os novos militares da Força: O Campo. Lá serão colocadas em prática todos os ensinamentos que os jovens tiveram, além de testar a capacidade de todos no momento de mais dificuldade da tropa. Lá não encontrarão moleza, será um dos testes mais importantes de sua vida.

Terminado esse período básico, os recrutas agora vão ser designados para trabalharem em certas seções e vão começar a tirar o serviço de proteção ao quartel, os chamados Sentinelas. Essa vai ser a época em que mais ficarão cansados, já que quando estão de serviços, é praticamente impossível de descansar. O serviço é divido em três turnos; sendo duas horas para dormirem; duas para ficaram em seu posto; e duas para ficarem em atenção se precisarem ser acionados. Praticamente impossível descansar no dia de serviço. Mas não se deixem levar por esses dias de cansaços, esse ano será de muita valia para suas vidas.

O ano obrigatório pode não ser o melhor da vida de todo mundo, certamente você não vai gostar de algumas coisas e vai achar um saco tudo isso. Mas não se enganem, esse vai ser o período onde você vai dar valor a todas as coisas que não achava importante, como um banho quente, uma refeição de casa, o tempo com sua família e o valor de uma grande amizade. O serviço militar é muito bom, ensina muita coisa que todos deveriam saber, como o senso de responsabilidade. Muitos entram no serviço militar como meros moleques, mas a certeza é que todos saem como verdadeiros homens em suas vidas. Podem ter certeza, não tem um dia que eu sinta falta dos meus companheiros de caserna. É como dizem: Uma vez militar, sempre militar!