Séries | The Good Place



The Good Place é uma daquelas séries que você deixa de “plano de fundo” enquanto faz outras coisas, como jogar videogame, lavar louça ou suas necessidades biológicas, mas que se fosse mais inteligente assistiria com bastante atenção (Leia o texto até o final do texto).

É uma série de comédia, que tem 2 temporadas, 24 episódios totais, com média de 20 minutos por episódio e já foi renovada para a terceira temporada. Bom lembrar que a série foi lançada no Brasil com episódios semanais, sendo que o último episódio da 2º temporada foi lançado há algumas semanas.

O Plot da série é muito interessante. Imagine que você deveria ir para o inferno após a sua morte, mas por acaso, por conta de algum erro, você é enviado para o céu. Você sabe que não é o seu lugar e para não ser descoberto, sua nova missão é vencer o egoísmo e a pessoa ruim que você é, e se tornar alguém digno do paraíso.

Eleanor (Kristen Bell) definitivamente não era digna do paraíso, mas foi pra lá que a mandaram após sua morte. Lá, ela é levada por Michael (Ted Danson) e Janet (D’arcy Carden) até a sua casa, onde encontra sua alma gêmea Chidi Anagonye (William Jackson Harper), seus vizinhos Jianyu Li (Manny Jacinto) e Tahani (Jameela Jamil). Eleanor está no paraíso, mas tem muita coisa errada acontecendo, inclusive sua estádia no lado bom.

A série se desenvolve a partir do relacionamento desses personagens estereotipados e divertidos. Existe uma conexão entre os personagens que leva a série do início ao fim. A interação entre eles, as conversas, piadas, sarcasmo, todos esses elementos são muito bem dosados, tornando o que poderia ser maçante em algo suave e leve.

O roteiro é bem típico das séries do gênero, mas obtém sucesso em praticamente todas as tentativas de humor. A primeira temporada tem mais força, por nos apresentar a mitologia da série, mas a segunda temporada também é boa.

Enfim, é uma série bem gostosa de assistir, tem um humor ácido, sarcasmo, brinca com estereótipos, faz muitas referências a cultura pop.

The Good Place é uma série despretensiosa, você pode assistir enquanto faz outras coisas, mas indo contra o que eu disse lá no começo, preste atenção a discussão central da série. É uma discussão filosófica profunda sobre bem e mal. Em tempos de polarização, maniqueísmo e certo e errado, séries como The Good Place, podem nos ajudar a entender os tons de cinza que compreendem a vida por um todo.