Séries | Raising Hope – Segunda Temporada



Wow.

Sinceramente, não sei como terminei tão rápido a segunda temporada de Raising Hope.

Minha opinião geral sobre a série continua sendo a mesma: MEU. DEUS. QUE. COISA. FOFA.

Claro, ainda há muita idiotice, muitos acontecimentos pra lá de bizarros e, tchanam, muita coisa engraçada.

Porém, na segunda temporada acontece algo que toda a fanbase esperava entre Jimmy e Sabrina. E, também, algo amedrontador para os Chance, mas que na minha opinião deixou o último episódio da temporada com cara de Crepúsculo e The Vampires Diaries: Alguém morto, na verdade, está vivo! Ops, nada de spoilers. Se quiser descobrir, assista! (Não, nenhum vampiro apareceu).

Aqui vai uma palavra sobre cada um dos vinte e dois episódios da segunda temporada, apenas para te deixar com um gostinho de “preciso assistir”:

1- Talento;

2- Rica;

3- Mentiras;

4- Inveja;

5- Cupins;

6- Cara-de-pau;

7- Mentiras (Sim, de novo);

8- Sério? (Leia com muita, muita ironia);

9- Bullying;

10- (Aqui terei que colocar mais de uma palavra) Fantasma do Natal Passado;

11- Estudos;

12- Apostas;

13- Empregos;

14- Atriz;

15- Vergonha;

16- Presa;

17- Tapas;

18- Lembranças;

19- Glória;

20- Secundários;

21- Surpresa!;

22- Custódia.

Quer saber um bônus dessa temporada? Em flashbacks, podemos ver Jimmy mais novo, interpretado pelo fofíssimo Greyson Chance. O sobrenome do cantor e ator é apenas uma mera coincidência, eu acho.

O que? Você não conhece o Greyson? Então fique de olho aqui no Dragão! Teremos uma matéria sobre ele.

Agora vou continuar assistindo a terceira temporada, já estou no episódio dez. Por favor, alguém me segura.