Esquadrão X | Primeiras Impressões - Editora PenDragon



O cenário é de guerra, caos e destruição. Roxy, pertencente ao Esquadrão X, é responsável por atravessar a cidade com pouca companhia e salvar dezenas de crianças que estavam escondidas na escola. Haviam abrigos subterrâneos interligados por túneis, cujas entradas ficavam em pontos estratégicos. A missão desses capítulos se resumiu em chegar até a escola e escoltar os sobreviventes à entrada do túnel da igreja – destruída anteriormente –, mas nada é tão simples como parece. Os Invasores estavam em maior número e munidos de armas melhores. Ataques aéreos e terrestres aconteciam. A cidade estava em sinal de alerta.

A ansiedade começa a tomar conta do leitor quando um dos policiais fica impossibilitado de continuar e outra policial, mãe de Felicia, morre em um ataque.

Algumas páginas depois, Roxy encontra sua querida irmã mais nova, Isabelle, sã e salva, fato que não continua sendo verdade por muito tempo. Belle é atacada pelas costas e, mesmo debilitada, Roxy corre para salvar a irmã. Consegue e volta à superfície para terminar seu trabalho, sem ligar para seu próprio sangue escorrendo pela armadura, explodindo um grupo de Invasores com duas granadas, um carro e um tiro de arma comum.

Da história completa, os capítulos da degustação não contam muito, mas fica clara a escrita ótima de Vivian. A ansiedade realmente faz o coração acelerar diante de algumas cenas. Simplesmente não da vontade de parar de ler.

Além de escritora, Vivian, nascida em Ribeirão Preto (SP) é youtuber, seu canal chama-se “Escreva-me!”, onde ela fala sobre dicas de escrita e os processos de publicação de seus futuros livros.