IT: O Marketing da coisa



A nova adaptação para o cinema do livro de Stephen King “IT: A Coisa” é um sucesso absoluto. No total, o filme arrecadou US$151 milhões nos cinemas americanos em seus poucos dias de exibição, mesmo tendo mais de 170 salas de cinema fechadas nos Estados Unidos por causa do furacão Irma. O longa alcançou a incrível marca de US$210 milhões globalmente.

O filme é bom, isso todo mundo já sabe, mas o que explica uma estreia tão bem sucedida? A resposta é o “Marketing”.

O Marketing promocional de IT nos mostrou que não é preciso gastar milhões de dólares para se fazer uma boa propaganda. Tudo está nos pequenos detalhes. Um exemplo disso é o longa ser lançado 27 anos depois do telefilme de 1990, sendo que é parte fundamental da história o fato do palhaço Pennywise aparecer há cada 27 anos. Outro fato curioso é que o Sueco Bill Skarsgård que interpretou “IT” tem 27 anos de idade.

Além disso, podemos citar como fator crucial para o marketing, a nova atmosfera anos 80. Na obra original, a história se passa em 1968. Mas na nova adaptação a história se passa em 1988. O sucesso da série original Netflix “Stranger Things” pode ter sido um grande influenciador dessa decisão. É um caso de referência que se referenciou!

Pouco antes do filme estrear em Sidney na Austrália, outra ação de baixo custo mas muito inteligente foi colocada em prática: Balões vermelhos foram espalhados nos bueiros da cidade com a seguinte frase “IT está mais perto do que você pensa”. Uma ação dessas tem custo quase zero, e um impacto muito grande para o público. Até o escritor Stephen King entrou nessa onda e deixou um balão vermelho em uma das janelas de sua casa.

Para concluir tivemos ainda a tecnologia dos óculos VR, que proporcionam uma experiência muito imersiva para quem os usa. Pensando nisso a SonnyBoy Entertainment desenvolveu IT Float, uma experiência  aterrorizante em 360.

A continuação de IT: A coisa tem estreia prevista para 2019, e já foi  confirmado o retorno do roteirista Gary Dauberman e do diretor Andy Muschietti. Mas como o próprio Stephen King disse, se você está ansioso para a parte 2… leia o livro!

Grande abraço e que a força esteja com vocês!