Chegou mais uma quarta-feira, que para leitores dos quadrinhos que saem na gringa é sinônimo de gibi novo! Semana meio fraca em questão de qualidade de lançamentos, tivemos nove títulos da DC Comics, Esquadrão Suicida 34, Raven: Daughter of Darkness 1, Action Comics 996, Mulher Maravilha 39, Hal Jordan e a Tropa dos Lanternas Verdes 37, Doomsday Clock 3, Detective Comics 973, Jovens Titãs 16, Asa Noturna Nova Ordem 6 e 2 da Marvel Comics, Inumanos: Dia do Julgamento 1 e Marvel Dois em Um 2. Lembrando que não são todos os títulos que são lidos apenas os de maior interesse. Vamos para o nosso Top 5 das melhores leituras da semana.

5 – Inumanos: Dia do Julgamento #1 que é um One-shot pós Royals que finaliza o arco dos Progenitores. Infelizmente a qualidade do roteiro do Al Ewing não esta das melhores e a arte também deixa a desejar, o que mantém este quadrinho no top 5 é a sequência do dialogo entre Raio Negro e Medusa (que em Royals estava tendo um relacionamento amoroso com Gorgon) o dialogo deu uma profundidade para o relacionamento tanto de Medusa com Blackagar quanto com Gorgon, é uma sequência que faz valer toda a leitura do quadrinho. O quadrinho finaliza com o retorno das madeixas de Medusa que todos sentíamos falta.
Pontos fortes: Dialogo Medusa e Black Bolt, Retorno do cabelo de Medusa e fechamento de tudo que aconteceu em Royals.
Pontos Fracos: Arte mediana e fechamento fraco do arco fraco de Royals.

4 – Detective Comics #973 que finaliza o arco Fall of The Batmen, esta edição é o famoso do caso que só vale a pena pelo arco todo, não carrega nada de novo apenas segura historia para um gancho final para a próxima edição. Ela se mantém no top porque consegue ter uma carga emocional muito grande, uma carga que é construída com o Cara-de-Barro desde o inicio do Rebirth, para quem teve ou criou empatia com o Cara-de-Barro no renascimento este arco tem sido um grande choque e esse numero em especial um soco no estomago.
Pontos Fortes: Carga emocional altíssima.
Ponto Fraco: Excesso desnecessário de paginas duplas.

3 – Marvel dois em um #2, continua com uma boa qualidade tanto de roteiro quanto de arte, Tocha-Humana e Coisa estão atrás de um aparelho que vai permitir que eles viajem entre os multiversos, a dinâmica do Coisa e do Tocha se mantém muito boa e com umas ótimas sacadas de comedia e outras ótimas sacadas de nostalgia, já se perguntou se o Tocha-Humana escova os dentes? Temos a resposta! Tem também um quadro de metalinguagem incrível do Tocha-Humana mencionando um quadrinho do Quarteto Fantástico que continuou mesmo com o grupo se desfazendo e por “coincidência” dentro deste quadrinho a Sue e o Reed estão em um universo alternativo. Fantástico! O gibi consegue entreter e fazer as paginas passarem sem que você perceba.
Pontos Fortes: Arte muito boa, ainda mais quando se trata do Coisa, nostalgia começando já na capa, fluidez na historia.
Pontos fracos: No momento em que se volta ao passado o quadrinho se torna um pouco mais lento e a participação do Dr. Doom que está abaixo do esperado.

2 – Hal Jordan e a Tropa dos Lanternas Verdes #37, é o inicio do arco Power of Zod, que começou muito bem, a arte do Rafa Sandoval esta lindíssima nessa edição, com direito a uma pagina dupla diferenciada do padrão de paginas duplas, onde os quadros são arredondados e vão se fechando em um quadro final redondo no fim da pagina. Começamos a edição com um conflito entre o atual líder da tropa John e os Guardiões que após o ultimo arco decidem que vão retomar seu local de poder na tropa, esse lado político da tropa tem sido bem trabalhado desde o arco onde Verde e Amarelo estavam juntos e a atual discussão foi importante para mostrar a união entre os lanternas da terra. A segunda parte do quadrinho é onde o arco verdadeiramente começa um arco que foi plantado lá atrás em Action Comics, Zod tem controle de um planeta e deseja “Fazer uma nova Kripton sobre esta imundice”, mas agora ele não esta sozinho e esta junto com sua esposa, filho e o Erradicador, os lanternas levam um sacode com direito a Zod chamar o anel energético de fraco, mais uma vez a arte ajuda muito nos momentos de ação e aquela pagina dupla deixou toda a cena de luta muito mais dinâmica, bom ver que pelo menos nesta revista Venditti esta acertando no roteiro.
Pontos fortes: Ação, Zod, fortalecimento do laço entre os lanternas e questões políticas da tropa.
Pontos fracos: Lanternas Verdes levando uma surra como se não fossem grande coisa.

1 – Doomsday Clock #3 ou Watchmen 2 #3, Doomsday Clock continua com a qualidade ótima, Geoff Johns entrega um ótimo roteiro e Gary Frank uma arte incrível. Para os fãs mais fervorosos Doomsday Clock é uma grande deturpação. Como somos “mente aberta” podemos apreciar o que o quadrinho nos traz. Quatro cenas ficam em destaque em meio a tudo acima da media, a cena que Ozymandias escapa do comediante com uma mão já que na outra ele segura a Bubastinha (S2), a cena no bar onde descobrimos que o Mímico realmente tem armas, mas armas invisíveis, a Revelação de quem o atual Rorschach, um jovem que estava no meio do ataque do monstro que o Ozymandias criou e Batman no auge do vacilo ludibriando Rorschach e o prendendo no Asilo Arkham. A historia continua entregando o que prometeu, mas infelizmente vai se tornar bimestral.
Pontos Fortes: Revelação da identidade do Rorschach cena de ação incrível no bar com os dois personagens novos.
Pontos fracos: Batman vacilão e uma ponta solta que permite a interpretação de que a historia original de Watchmen possa ser mudada (Ai não né Johns!)
Menções especiais a Asa Noturna Nova Ordem #6, que finalmente acabou e infelizmente não conseguiu se manter como uma boa historia, tinha um ótimo argumento, mas caiu de qualidade no meio da historia e terminou de uma forma fraca, Esquadrão Suicida #34 que entregou uma historia interessante sobre um detento de Belle Reve que entra para fazer uma missão junto com o Esquadrão Suicida e Action Comics #996 que infelizmente próximo ao numero 1000 esta apresentando uma qualidade muito duvidosa! O ranking da semana termina assim, Doomnsday Clock #3 > Hal Jordan e a tropa dos Lanternas Verdes #37 > Marvel Two in One #2 > Detective Comics #973 > Inumanos: Dia do Julgamento #1 > Jovens Titãs #16 > Raven Daughter of Darkness #1 > Esquadrão Suicida #34 > Action Comics #996 > Mulher Maravilha #39 > Nightwing the new order #6.

A nossa capa da semana é a Variante da Jovens Titãs #16, desenhada por Chad Hardini e Alex Sinclair.