HQ | Kick-Ass é o Watchmen do século XXI?



Quem nunca pensou em ser um super-herói? E o que aconteceria se surgissem pessoas fantasiadas dispostas a lutar contra o crime? O plot é muito similar a grande obra de Allan Moore, mas, o roteirista Mark Millar torna essa HQ mais atual, cômica e até inovadora, mantendo os méritos do escritor Moore.

Kick-Ass é uma HQ que conta a história de Dave Lizewski, um jovem colegial que possuí uma vida monótona, tem uma paixão por super-heróis e isso o motiva a querer se tornar um. A sua primeira experiência como vigilante é marcada pela falha, resultando em ossos quebrados, traumas e placas de metal no crânio. Este pequeno acontecimento não é o suficiente para fazê-lo desistir, e Dave volta a usar sua fantasia para atuar nas ruas, dessa vez obtendo algum sucesso em meio a uma briga tentando defender um cidadão. Durante seu combate algumas pessoas o filmam, e esse é o estopim da popularização dos vigilantes na internet e nas ruas.

O roteiro de Mark Milar, empresta em partes a visão que Allan Moore teve ao compor a sua obra, quando pensou como seria a presença de super-heróis/vigilantes na sociedade. Millar utilizou essa ideia e aplicou nos tempos atuais, e demonstrou um novo ponto de vista para a presença desses super-heróis. Em Watchmen temos um mundo marcado pela tensão mundial, onde a presença dos vigilantes gera consequências negativas, como tensões sociais, aumento no nível de violência, modificações nas políticas internas e até mesmo nos panoramas da guerra fria. Tirando o fato de que alguns personagens refletem bem sobre como seria a presença de um super-homem, um batman ou um capitão américa na sociedade. Já em Kick-Ass a presença da internet e da globalização é o ponto de partida para a popularização dos vigilantes, que ao longo do arco são observados como um novo fenômeno cultural, influenciando outras pessoas a adotarem o vigilantíssimo, como se fosse uma tendência que motiva uma série de imitadores. Ao mesmo tempo ela demonstra como seria a reação dessas pessoas ao entrarem em contato com um mundo mais violento e agressivo.

Kick-Ass é uma HQ que possui um enredo insano cheio de violência e humor politicamente incorreto, com personagens muito caricatos e bem carismáticos, além de desenvolver o universo no qual estão imersos. Toda a obra brinca com os clichês dos filmes e revistas, demonstrando de forma bem alegórica de como seriam as pessoas comuns tentando agir como super-heróis. A obra não é um Watchmen do século XXI, pois a genialidade de Alan Moore construiu e influenciou muitas obras subsequentes como essa, mas, ainda é um excelente filho dessa grande influência, salvando, é claro, as características de cada história.