Escritores Nacionais | Marcão



Marcus tem 27 anos e mora em São Paulo com a família. Está cursando Gestão Ambiental, mas, além da paixão pelo meio ambiente, a leitura também bate forte em seu coração. Marcão gosta de ler desde os tempos do colégio, mas foi só no Ensino Médio que começou a escrever: depois de degustar muitos livros de fantasia, começou a escrever seu primeiro livro em 2014. Atualmente, está escrevendo seu primeiro livro de terror e já tem alguns trabalhos na plataforma Wattpad. Nesta, ganhou uma categoria de concursos LGBT. Participou de uma antologia de poemas pela Editora Chiado e de uma coletânea de contos de terror por A Arte do Terror.

Agora vemos para uma pequena entrevista para descobrir mais detalhes sobre este escritor nacional:

(Mayara) “Você tem livros publicados? Se sim, quais e por quais editoras?”

(Marcus) “Tenho sim. Se chama O Príncipe e foi publicado pela Editora Autografia.”

(Mayara) “Qual foi a sensação de publicar seu primeiro livro?”

(Marcus) “Não dá para descrever exatamente a sensação de ver uma ideia tomar a forma de um livro. Posso dizer que fiquei muito satisfeito. Quem não fica depois de ver um sonho se tornar realidade?”

(Mayara) “Você recebe feedbacks frequentemente dos leitores?”

(Marcus) “Não recebo tantos feedbacks quanto gostaria, mas os poucos que vieram me deixaram muito feliz. Os leitores se encantaram com a forma diferente com que moldei um conto de fadas.”

(Mayara) “Teve algum leitor que te marcou muito?”

(Marcus) “Minha melhor amiga foi quem leu o livro primeiro. Devorou-o em uma semana. Ela entendeu a mensagem que eu quis passar.”

(Mayara) “Agora, como leitor: Qual seu livro preferido?”

(Marcus) “Meu livro preferido sempre será As Crônicas de Nárnia.”

(Mayara) “Por que você escreve?”

(Marcus) “Eu escrevo porque quero fazer as pessoas mergulharem em vários universos imaginários. Quero que elas se encantem com mitologias que não conhecem muito bem, se impressionem com algo totalmente novo ou se assustem com o terror que posso lhes provocar na mente.”

(Mayara) “Por que você lê?”

(Marcus) “Como para qualquer escritor, ler é fundamental para desenvolver a imaginação. Mas eu também leio com o intuito de fazer as pessoas fazerem o mesmo. Sempre compartilhei leituras minhas com as pessoas próximas ou pelo Facebook. Eu tenho um canal no Youtube, no qual compartilho só leituras de livros nacionais físicos. Pelo Facebook, faço a resenha por escrito de ebooks.”

(Mayara) “Se pudesse passar uma mensagem mundialmente para as crianças, incentivando-as a ler e escrever, o que falaria?”

(Marcus) “Saibam que os livros também podem ser divertidos como os brinquedos. Os livros vão fazer com que vocês voem alto e, mesmo depois de adultos, garanto que eles sempre serão seus amigos. Guardem-nos dentro de seus coraçõezinhos. Muitos poderão ajudá-los de alguma forma.”